E. C. Vitória
Publicada em
01/06/2012 às 09h16

Neto Baiano pede aumento em coletiva e gera desconforto com diretor do Vitória

Atacante rebate declarações de Raimundo Queiroz e diz que pode não querer renovar no fim do ano. Dirigente rebate

Angelo Paz e Ivan Marques (esporte@correio24horas.com.br)

Neto Baiano: "A cobrança comigo é diferente"

Clube e artilheiro chegaram a um impasse, e o problema é dinheiro. Neto pede aumento, o Vitória insiste em não discutir uma renovação de contrato agora e o Vasco entrou na parada. Resultado: o camisa 9 foi à sala de imprensa na quinta disposto a soltar o verbo. Falou até do que não foi perguntado, a exemplo da hierarquia do clube.

"Queiroz está falando, mas quem manda, quem resolve com o Guga (seu empresário) é o presidente. Se o presidente quer renovar... Também se não quiser agora, não sei se vou querer no final do ano", rebateu as palavras do diretor Raimundo Queiroz, que havia afirmado não ter pressa para renovar o contrato, que acaba em dezembro.

Neto Baiano aproveitou para cobrar valorização pelos 32 gols em 2012. "Ano passado, Beto Silveira (então diretor de futebol) me chamou e pediu pra jogar cinco jogos da Série B pra ver se ia renovar. Eu, pelo que já fiz, fazer teste... Tá de brincadeira. Aceitei e hoje tem uns 10 salários maiores que o meu aqui no Vitória. Tenho 29 anos e preciso resolver a vida", cobrou, sem meias palavras.

A desvalorização incomoda, mas a especulação em torno do futuro é que tira o atacante do sério. "Tô p da vida já. É história que vou sair, que não sei o quê, isso chateia. Tenho dois jogos sem marcar", disse, pra depois emendar: "Eu podia ter feito 70 gols. Se passar um (jogo) sem fazer, alguém já ia começar a falar. A cobrança comigo é diferente", pontuou.

Empresário de Neto Baiano, Antônio Gustavo, o Guga, diz  que o salário do atacante é de R$ 65 mil e a proposta do Vasco é real. O que falta aos cariocas? Dinheiro. Os salários andam atrasados. Além dos cariocas, houve sondagens de China e Catar, afirma o empresário. "Se não negociar ele, daqui a um mês ele pode assinar um pré-contrato. Se não sair agora, pode sair depois. Ele está chateado, achando que está ganhando pouco e isso é algo que o Vitória já devia ter reparado", falou o empresário, reconhecendo ainda que não conhece a fundo a questão da multa de R$ 10 milhões, já que o contrato foi fechado pela ex-mulher de Neto. "Acho irreal, mas se o Vitória diz, deve ser", completou.

Resposta - O diretor de futebol Raimundo Queiroz não gostou nem um pouco da atitude do atacante. "Não estamos renovando com ninguém, aumentando salário de ninguém, liberando, oferecendo ou vendendo. Neto tem que jogar e jogar bem". E acrescentou: "Escreve aí. O gestor de futebol Raimundo Queiroz disse que não tem mais nada a declarar sobre esse assunto. Se Neto quiser resolver qualquer coisa, só é procurar
a diretoria. Se procurar a imprensa, não vai resolver. Ele tem contrato a cumprir e acho bom que cumpra".

Independente da polêmica, Neto garante que não vai fazer corpo mole. "Não tem nada a ver. Quero que seja bom pra mim e pro Vitória. Tenho que cumprir meu vínculo. Estou preocupado em jogar", declarou. Sábado, contra o Ipatinga, às 16h20, no Barradão, o camisa 9 está confirmado ao lado de Marquinhos.

*ENTENDA A DISCUSSÃO

1 CONTRATO

2 SÉRIE B

3  BAIANÃO

4 SÉRIE B

5 VALORIZAÇÃO

Maio de 2011 - Neto negocia a renovação
de contrato com o Vitória.
Pede R$ 80 mil, mas acaba acertando por R$ 65 mil até o dia 31 de dezembro
de 2012. Segundo o atacante,
ele ainda teve que fazer "teste" nas cinco primeiras
rodadas da Série B.

Dezembro de 2011 - Camisa 9 começou o
Brasileiro como titular, mas perdeu a vaga para Fábio Santos. Terminou a Série B
na reserva, mesmo tendo
marcado 15 gols.

Janeiro de 2012 - Sem Fábio Santos, que não renovou, Neto volta a ser
titular e desanda a fazer gol. Foram 27 no estadual, igualando
o recorde de Cláudio Adão (em 1986). Agora, o
número de gols já está em 32.

Maio de 2012 - Os gols de Neto atraem
a atenção de outros clubes
do Brasil e exterior. No Rio,
o atacante dá uma entrevista
dizendo ser vascaíno, clube interessado na contratação.



Maio de 2012 - Com pressa pra adiantar
a renovação de contrato e
com proposta pra deixar o
clube, Neto bota a boca no
mundo e coloca em xeque
sua permanência no Vitória
para o ano que vem.


Tags: Vitória, Neto Baiano, Série B, Segundona, Mercado da Bola, Renovação
Mostrar Comentários (44)